Como criar o seu blog do zero

Em uma época em que a presença online é fundamental para vários tipos de negócios, um blog se torna ferramenta mais do que necessária.

Os motivos para isso são fáceis de serem percebidos. Devido a sua versatilidade e capacidade de unir em único espaço online vários formatos de conteúdo, os blogs possuem um longo alcance de público.

Sendo assim, por meio de um blog você pode utilizar textos, pode publicar vídeos, gráficos, fotos e arquivos de áudio.

Por isso, não é surpresa perceber o porquê que, ao longo dos anos, os blogs se transformaram em importantes ferramentas para jornalistas, designers, políticos, empreendedores, cientistas e profissionais de várias áreas.

Além disso, até mesmo entusiastas de outras áreas não muito comuns podem se aventurar no universo dos blogs. Imagine, por exemplo, se você domina alguma linguagem de programação ou simplesmente curte algum tema, como moda ou esportes.

Nesse caso, você pode criar um blog e ter o seu próprio espaço para destilar todos os seus conhecimentos a respeito de um tema. Tudo isso, é óbvio, sabendo como tornar as suas postagens lucrativas.

Escolhendo a hospedagem de sites

Quando alguém falar na criação de sites e blogs, saiba que tudo isso também envolve a escolha de uma boa hospedagem de site. Um blog para ser profissional deve contar com um bom serviço de web hosting.

A hospedagem consiste no servidor onde o conteúdo do seu blog vai ficar armazenado para o público poder acessá-lo. Além disso, empresas como a Hostinger, oferecem planos de hospedagem em que o seu blog passa a contar com recursos importantes.

Entre esses recursos vale destacar suporte técnico em tempo integral, backups, mais espaço em disco, contas de e-mail e várias vantagens que podem melhorar ainda mais o desempenho do seu blog.

É importante ter em mente que a escolha ideal da hospedagem do seu blog vai depender do tipo do seu projeto. Sendo assim, confira abaixo como fazer a melhor escolha de acordo com as suas necessidades.

Blog pessoal

Esses blogs normalmente são criados por alguma pessoa entusiasta de um determinado assunto. Sendo assim, alguém que curte muito filmes e séries de TV pode criar um blog para tratar especificamente sobre esse tema.

O mesmo vale para blogs sobre games, histórias em quadrinhos, cultura pop, animes ou até mesmo, criar um blog de conteúdo literário.

De uma forma geral, os blogs pessoais não contam inicialmente com um elevado número de tráfego. Por essa razão, é recomendado adotar para eles a hospedagem do tipo compartilhada.

No entanto, caso você perceba um aumento no acesso do seu blog, é importante negociar com a sua empresa de hospedagem de site uma mudança para um plano com mais recursos.

Lojas Virtuais

Se o seu blog for um e-commerce é importante ter à disposição uma hospedagem de site mais robusta. Nesse caso pode ser a hospedagem VPS, ou a hospedagem Cloud, por exemplo.

É importante contar com um tipo de hospedagem capaz de suportar uma quantidade elevada de tráfego. Lembre-se que é um péssimo negócio para uma loja online perder de atender clientes devido a quedas e lentidão no carregamento das páginas.

Por isso, para projetos como e-commerce, verifique se a empresa de hospedagem oferece um bom uptime. O uptime consiste no tempo em que o seu site fica online.

Além disso, outro recurso que é importante uma empresa de hospedagem de site oferecer para quem tem e-commerce é o certificado SSL.

Esse tipo de certificado é um protocolo de segurança. Com ele é possível dizer que os dados dos seus clientes ficam mais protegidos. Ou seja, uma loja online que contém um certificado SSL está assegurando um bom atendimento para o seu público.

Definindo o CMS para a criação do seu blog

O CMS é a sigla em inglês para Sistema de Gerenciamento de Conteúdo. Em se tratando a palavra “Gerenciamento” não está ali por acaso, pois é graças ao CMS que você publica as postagens, adiciona ou exclui usuários, bem como personaliza o visual dele.

Por tudo isso, definir qual será o Sistema de Gerenciamento de Conteúdo é uma das etapas mais importantes para a criação do seu blog.

Com certeza você vai encontrar nas suas pesquisas conceitos sobre alguns CMS bem famosos, entre eles estão o Joomla! e o Drupal, apenas para citar alguns dos mais recomendados e conhecidos.

Porém, não dá para deixar de mencionar o WordPress como um dos CMS mais importantes. Ele é indicado tanto para blogueiros novatos quanto para os mais experientes.

O WordPress é intuitivo e de fácil personalização, pois tantas qualidades fizeram até com que algumas empresas de web hosting criassem a hospedagem WordPress, perfeita para quem tem um blog baseado nesse sistema de gerenciamento.

Escolhendo os temas WordPress e os plugins

Depois de ter escolhido a hospedagem e o CMS (que esperamos ser o WordPress), chega a hora de personalizar o seu blog.

Neste ponto, é aí que entram em cena os templates e os plugins. O template é como o rosto do seu blog. É onde o público vai encontrar as imagens, a sua marca, os links e reconhecer toda a identidade visual do seu projeto.

Por outro lado, já os plugins são programas que agregam funções para o seu blog. Para ilustrar melhor, imagine que o blog é um carro e os plugins são os acessórios que o transformarão em uma máquina ainda mais potente.

Para escolher o template ideal é recomendável que você opte por um pago, pois com certeza ele terá mais recursos e a qualidade que você espera.

No caso dos plugins, o importante é instalar apenas os essenciais para os propósitos do seu blog. Pode até ser tentador rechear o seu blog com deles, porém o excesso pode prejudicar o desempenho do mesmo.

Veja também:  Como divulgar o blog com eficiência

Sendo assim, ao abusar dos plugins, não estranhe se algumas ações não forem executadas ou as páginas demorarem um século para serem abertas.

Definindo as pautas iniciais do seu blog

Com o CMS escolhido, uma boa hospedagem de site e os plugins adequados, o seu blog já estará preparado e pronto para receber as suas postagens e as visitas dos seus leitores.

Procure sempre produzir conteúdos que você percebe um alto grau de engajamento por parte do público. Por exemplo, se o seu blog fala sobre cultura nerd, comece já trazendo informações sobre os filmes mais comentados do momento da internet.

É importante também, nesse caso, se diferenciar dos outros milhares de blogs que estão falando sobre esse assunto. Por isso, traga um ponto de vista distinto para as ssouas postagens, bre aspectos técnicos dos filmes, enfim, busque se destacar.

Nesse aspecto também é importante salientar a importância das técnicas de SEO. São essas técnicas de otimização que vão ajudar a manter o gráfico de visitantes do seu blog sempre lá em cima.

As técnicas de SEO consistem em alguns procedimentos que você utiliza nas suas postagens e nas páginas do blog, sempre com o intuito de torná-lo bem posicionado nas páginas de resultados do Google.

Por isso, confira abaixo alguns dos principais elementos das técnicas de SEO que não podem faltar no seu blog.

Utilize palavras-chaves

Quando você for efetuar as postagens do seu blog, escolha as palavras-chaves adequadas com o seu conteúdo.

Tais palavras são tão importantes que existem plugins que a gerenciam da melhor maneira possível como, por exemplo, o Yoast SEO.

Porém, antes disso, o ideal é fazer uma análise do seu nicho de atuação e entender quais palavras-chaves são mais buscadas pelos usuários.

Otimizar as imagens

Todo mundo sabe que ilustrações e fotos são importantes nas postagens, mas é importante ter cuidado para não carregar demais as postagens com fotos pesadas.

As imagens de alta resolução podem tornar o carregamento do seu blog mais lento. A solução, nesse caso, é otimizar as imagens.

A boa notícia é que softwares e plugins para isso não faltam. Um dos programas para tal tarefa pode ser o bom e velho Photoshop.

O uso dos links externos e internos

Os links internos são aqueles que conduzem o usuário para postagens mais antigas do seu blog ou para alguma página em especial. Já os links externos são aqueles que levam o usuário outros sites.

Por isso, é importante também fazer parcerias com outros blogs que tratam desse assunto, com isso você torna o conteúdo do seu blog mais relevante.

Outras maneiras de atrair tráfego para o seu blog

No quesito geração de tráfego para o seu blog existem muito mais coisas entre o SEO e a terra que a nossa vã filosofia ainda não conhece a fundo.

Além das técnicas já citadas, você deve também divulgar as suas postagens nas redes sociais em que você frequenta, porém, vale apostar em outras estratégias mais pontuais.

Publicação de um e-book (livro digital)

Se o assunto do seu blog é automóvel, você pode publicar um livro digital sobre o tema. A área abordada, por exemplo, pode ser sobre técnicas fáceis de manutenção.

Com isso, o e-book se torna uma isca digital para atrair e incentivar mais leitores a acompanhar o seu conteúdo. Em contrapartida você divulga o e-book e gera mais autoridade para o seu blog.

Canal de vídeo

É um erro desprezar o apelo que os vídeos exercem hoje em dia em todos os públicos. Por isso, você pode criar um canal para divulgar o seu blog, pois é muito fácil criar um canal de vídeos.

Com um smartphone, uma boa iluminação e alguns acessórios já é possível começar as primeiras produções. A dica é sempre procurar assuntos que sejam de interesse do seu público ou que tragam informações novas e além do que já existe pela web.

E-mail Marketing

Poucos métodos de interação são tão pessoais e diretos quanto o e-mail. Por isso não se esqueça de colocar em seu blog um espaço para o público se cadastrar e assim permitir receber o aviso de novas postagens.

A vantagem disso é que você vai se comunicar com pessoas que realmente estão interessadas no que você tem para dizer e manter sempre a sua audiência ativa e presente em seu blog.

A segmentação também é importante para direcionar o conteúdo certo para os usuários que realmente estão interessados no seu conteúdo.

Conclusão

Os blogs continuam sendo um eficiente canal de comunicação tanto para empresas quanto para freelancers. Além disso, como mostrarmos neste artigo, não é difícil criar um blog, nem mesmo administrar um.

Lembre-se que ao contar com os serviços de uma empresa de web hosting, como a Hostinger, o seu blog terá totais condições de receber uma grande quantidade de visitantes.

Por isso, ao construir um blog, siga essas dicas, faça postagens constantemente e mantenha o seu público sempre atualizado com conteúdos relevantes e bem produzidos. Este é um dos segredos para quem deseja ter sucesso na web.

Se você gostou do artigo por favor compartilhe em suas redes sociais para ajudar a disseminar nosso conteúdo para outros usuários, ajude o nosso blog.

Acompanhe também o WP College no Facebook, Twitter, YouTube e Google+

Até mais.

Gostou da dica? Vote Abaixo!

Como criar o seu blog do zero
5 (100%) 4 voto[s]

Veja também:


Ultrapack V2

O blog te ajudou? ajude o blog!

Os valores doados serão utilizados para pagar os custos do blog, como hospedagem e domínio.

Doação para o WP College

Resposta

Deixe uma resposta

Cadastre-se para receber GRÁTIS minhas melhores dicas!